desfaço os sinais dos inventores de mentiras, e enlouqueço os adivinhos

A escandalosa hipocrisia racista de Israel e do sionismo mundial | 03Fev2017 15:44:16

 

Hoje, se se atrever a ter uma mente aberta, vou provar-lhe a incrível hipocrisia racista de Israel e do sionismo mundial e mostrar-lhe-ei exatamente como eles conseguem sair impunes.

Recentemente houve demonstrações em massa e distúrbios raciais sangrentos em Israel contra refugiados africanos. Multidões de sionistas enfurecidos cometeram assaltos violentos, lançaram bombas incendiárias e outros ataques contra os refugiados e suas famílias. Não apenas foram os africanos atacados mas também os judeus que se atreveram a lhes arrendar imóveis, educá-los ou contratá-los.

O jornal Guardian cita uma organização de apoio aos imigrantes: Temos tido telefonemas ofensivos, pessoas a praguejar e a dizer: “esperamos que sejam violados e vamos aí queimá-los a todos!”

E como é que o Primeiro Ministro de Israel, Benjamin Netanyahu responde aos distúrbios e à violência? Exigiu que os perpetradores fossem punidos?
Bem, aqui está o cabeçalho do New York Times, propriedade dos sionistas, depois dos distúrbios e incêndios provocados: citação, "O líder Israelita promete pulso forte contra os migrantes;

Ora, depois destes incêndios e espancamentos e bombas incendiárias e tenham atenção que eram judeus e não africanos, Israel passou a lei mais dura no mundo ocidental contra a imigração ilegal. Africanos ou palestinos sem documentação agora  são punidos com três anos de cadeia e a seguir deportação forçada. Os líderes Israelitas orgulham-se de ter construído a maior prisão do mundo para os prender. Ao fazer tudo isto Israel está a violar tratados feitos com nações europeias sobre refugiados,

>> A Agência das Nações Unidas Para os Refugiados - A Convenção Sobre os Refugiados - Promovida pelo Heroico Povo Judeu de Israel

tratados que o próprio Israel exigiu e assinou, estão a ver,  os sionistas planearam esses tratados apenas para as nações europeias e nunca pensaram que esses tratados acabassem por se virar contra eles!

>> 'Israel inicia planos de prender e deportar refugiados negros'

Para mais sobre as violações de Israel temos connosco Alfred Lambremont Webre, advogado internacional de direitos humanos. Antes do mais a prisão em massa e subsequentes deportações sem qualquer determinação sobre a condição do asilo viola as obrigações da convenção sobre os refugiados, não?

A Webre: Esta é de facto uma violação muito séria da convenção sobre os refugiados, feita por Israel.

Mas, tal como o Dr. Frankenstein e o seu monstro, a criatura voltou-se contra o perverso doutor. Israel, que não está longe das nações africanas, tornou-se num alvo para os refugiados. O número total dos refugiados é diminuto, apenas cerca de sessenta mil, o que é microscópico comparado às dezenas de milhões que entraram na Europa e na América. Os meios de comunicação controlados abafaram o facto:

>> de 4.603 pedidos de estatuto de refugiado no ano passado
>> Israel aceitou ... um total de 1

Isto enquanto a Europa, América e outras nações ocidentais deixaram entrar milhões,

e grupos judeus como a Sociedade Hebraica Americana de Apoio ao Imigrante, exigem milhões mais.


>> HIAS - Sociedade Hebraica de Apoio ao Imigrante - ... em defesa de políticas de imigração generosas sendo a voz da comunidade judia americana em Washington em todos os assuntos relacionados com imigração e refugiados
- Realojamento de Refugiados
-  A HIAS é dedicada à convicção de que todos os refugiados merecem a oportunidade de recomeçar as suas vidas com sucesso nos Estados Unidos.

Hipocritamente, por todo o mundo, a história é a mesma, à medida que organizações sionistas que apoiam Israel como estado dedicado exclusivamente aos judeus, apoiam a imigração em massa para países não judeus, onde vivem.

>> FORWARD - Projecto de Lei da Imigração Atrai Apoio Judaico - Por E.J.Kessler - 31 de Março de 2006 - Enquanto o Senado lutava esta semana para elaborar legislação sobre a questão controversa da reforma imigratória, os grupos judaicos estavam nas salas de reuniões e nas ruas a defender abordagens mais liberais para a ...

>> AJC - Advocacia Global Judaica - "A AJC abriu as portas à imigração para a América e  Europa - Senador Jacob Javits

Eis aqui um pequeno filme de um canal de notícias da TV Israelita, a dar apreço a Barbara Spectre, sionista dedicada que fez Aliá em Israel, mas está agora na Europa onde promove a imigração em massa de não europeus para a Suécia e orgulha-se da participação judia na imigração em massa,
>> A Europa não vai ser mais o sistema monolítico e sociedades que ELES foram no século passado, os judeus vão estar no centro disso. É uma transformação enorme para a Europa, vão agora entrar numa fase multi-cultural e os judeus vão ser mal vistos por causa do nosso papel de liderança.

Lembrem-se que em Israel, os palestinos que aí nasceram não podem sequer voltar ao seu local de nascimento, e esta pulha atreve-se a dar sermões aos europeus sobre imigração, de facto, a imigração em massa de sionistas hipócritas como Barbara Specter, para a terra dos outros e contra a sua vontade, foi isso que colocou os palestinos na situação horrível em que se encontram agora.

>> A imigração em massa provocou crimes horríveis contra os palestinos
>> Os palestinos, como qualquer povo equilibrado, naturalmente opuseram-se à imigração em massa para a sua terra

Nos anos trinta e quarenta demonstrações em massa de palestinos opuseram-se à imigração dos judeus para a Palestina.

>> Se ao menos tivessem havido mais que compreendessem o perigo...
>> ... antes que fosse tarde demais!

Agora ouçam as palavras chocantes do Ministro do Interior de Israel, Eli Yishai,
ele é o líder do partido Shas, que é parte do governo de Israel. A Reuters relata que o Ministro do Interior de Israel declarou que os imigrantes muçulmanos e cristãos

>> "...pensam que o país não pertence a nós, brancos."

Ouviram bem! É claro que a verdade é que Yishai e o seu próprio partido Shas, fundado pelo rabi Ovadia Yosef, antigo Rabi chefe dos sefarditas de Israel, nutrem profundos ódios contra os cristãos e os europeus. Yishai estava apenas a fazer a distinção racial entre judeus, que são na maioria de tês mais clara em comparação com os africanos escuros, mas Yishai e Yosef, eles realmente também não gostam dos europeus e acreditam que todos os europeus e qualquer outro povo à face da terra, que não seja de descendência judia, são inferiores aos judeus. Eis aqui uma citação do rabi Yosef tirada do Jerusalem Post:

>> "O único propósito dos não judeus é servir os judeus. Os góis nasceram apenas para nos servir. Eles não têm outra função neste mundo - apenas a de servir o povo de Israel"
>> "Porque são necessários os gentios? Para trabalhar, para lavrar, para semear, para colher. Nós ficaremos sentados como um efêndi [mestre] e comeremos. Foi para isso que os gentios foram criados."

>> THE JERUSALEM POST - a página de internet e jornal diário em Inglês mais lido em Israel –
Yosef:  Os gentios existem apenas para servir os judeus - De acordo com o rabi, as vidas dos não judeus em Israel estão divinamente salvaguardadas para evitar perdas para os judeus - O único propósito dos não judeus é o de servir os judeus, segundo o rabi Ovadia Yosef, do Conselho dos Sábios do Torah do Shas e adjudicador sénior dos Sefarditas.
>> "Cuidado com o que dizes ... Bibi, vais ofender o burro!" - (o gói)

Yosef foi mais além e disse que as pessoas de sangue não judeu são como animais, mais especificamente como o burro é para servir o seu dono judeu. Então o facto de Yishai usar o termo “homem branco” não significa que ele veja os europeus como irmãos, mas antes, junto com o resto dos gentios do mundo, ele vê os europeus como seres inferiores, por exemplo, o partido Shas tem sido instrumental numa lei israelita que proíbe o casamento entre judeus e europeus ou alguém não-judeu.

>> O casamento com gentios ainda não é legal em Israel - O parlamento Israelita rejeita a proposta de lei do casamento civil - Rebecca DiLeonardo às 8:49 PM ET - [JURIST] O Knesset Israelita [página de internet oficial] rejeitou na passada Quarta-feira, uma lei que teria legalizado o casamento civil no país. A proposta de lei "Liberdade de Escolha no Casamento" foi proposta para permitir os casamentos não aprovados pela Lei Judaica [artigo no Jerusalem Post], incluindo o casamento entre pessoas do mesmo sexo [directiva do JURIST] e casamentos entre um judeu e um gentio. Até ao momento os casamentos em Israel são celebrados apenas em instituições religiosas, e a lei teria permitido a criação de casamentos civis não reconhecidos pelo Rabinato Principal. O membro do Knesset Nitzan Horowitz [perfil oficial] submeteu a proposta [artigo do Shalom Life] ao Knesset no princípio do mês. Já tinha submetido a proposta duas vezes antes mas tinha sido deixada cair durante a sua leitura preliminar. Se bem que votada desta vez, a proposta de lei foi rejeitada por 39-11.

E essa lei é sobre raça e não religião, porque alguém judeu ateu sem religião pode casar-se com um judeu religioso, mas os ateus europeus ou africanos ou asiáticos não! Se a pessoa é um gentio, seja europeu, asiático ou africano, não é bonito ouvir dizer que o seu único propósito na terra, e o dos seus pais e filhos, é o de serem escravos desta gente amorosa...!

Eu conheço homens e mulheres judeus decentes que se envergonham de que um homem tão diabólico tenha sido o rabi chefe dos sefarditas em Israel e que tenha tanta influência na política de Israel. É claro que o verdadeiro problema aqui é o silêncio dos principais meios de comunicação ocidentais e dos políticos, sobre a declaração de Yishai, de que os imigrantes têm que perceber que Israel pertence, e cito, ao "homem branco."

>> O antigo rabi chefe dos sefarditas de Israel, Ovadia Yosef, com o Ministro do Interior Eli Yishai
>> O Ministro do Interior Eli Yishai - "Israel pertence aos brancos"

Agora, pode imaginar o escândalo nos meios de comunicação e líderes políticos, se o Primeiro Ministro David Cameron da Grã Bretanha dissesse que os imigrantes deveriam aceitar que o Reino Unido pertence ao homem branco?

>> Primeiro Ministro David Cameron: "O Reino Unido pertence ao homem branco
"
Ou que tal Barack Obama, isso seria uma bomba, certo? Imagine Barack dizer aos mexicanos,

>> "Desculpem lá meus, a América pertence ao homem branco... então, saiam daqui para fora!"

ou se a Angela Merkel, amanhã, dissesse que a Alemanha pertence apenas aos arianos!

>> "A Alemanha é só para os Arianos!"

Meu Deus, já imaginou?! Eles começavam logo a engendrar uma terceira guerra mundial contra a Alemanha. Haveria marcação de julgamentos no tribunal de Nuremberga, e pense só o ultraje que é os judeus sionistas reclamarem sobre imigrantes ilegais quando enormes quantidades de sionistas que vivem em Israel agora foram, eles mesmos, imigrantes ilegais.

>> Merkal em Nuremberga!
>> A Enciclopédia Judaica orgulha-se de Israel ter sido criado a partir da imigração ilegal

Estes criminosos aterrorizaram, assassinaram os palestinos e roubaram-lhes a terra. Não estou a falar de tempos históricos de centenas de anos atrás.
Dezenas de milhares de Palestinos ainda estão vivos, que foram aterrorizados e cujas casas e terras lhes foram roubadas e sessenta e cinco anos mais tarde, vejam como está Gaza e arredores.








Partilhar:

Artigos Relacionados
Comentários
Não existem comentários

Nome:
Endereço de email (não será publicado):
comentários:

O Futuro
Tradutor
Procura
Arquivo
Perseguição Notícias

christian_persecution.jpg

Islão: matar e submeter

Jihad_sword_index.png

Carta de Notícias

Subscreva a carta de notícias "Acordem" de Xavier Silva


Email:
Subscrever RSS

RSS url_to_submit_my_site_sites_websites_submission_rss_sm_1.jpg

Como escapar?

Rescue_Portug__sun_.jpg

PORTUG___Sheeple_37_190.jpg

David Dees galeria
Últimos Comentários
Música

Ouça música enquanto navega!

img_musica.jpg

Contacto
Online

Mortes iraquianas...

Mortes iraquianas devido à invasão norte-americana

Iraq Deaths Estimator

©2017, BlogTok.com | Plataforma xSite. Tecnologia Nacional